TintaDigital - Solucoes em Tecnologias de Informacao
Artigos de Opinião
Portugal innovating Print E-mail

Contrary to the idea that is refered sometimes, that Portugal has some lack of competitivity, inovation and entrepreneurship (wich sometimes is also a pessimistic idead from whom resists to changes and wants to influence some less convict minds), there are more and more successfull examples to prove that Portugal is able to create and inovate, in a very competitive manner, making competition with the tipically most evoluted countries in these areas. Of course it is needed also some mind changes and capacity recognition from our country, using these examples to promote competitivity and confidence. (...)

Exemplos de sucesso em Portugal como o Multibanco, a Via Verde, o índice de penetração das redes móveis e até, a nível de Governo, o Programa de 'computadores na escola', entre outros, serão alguns indicadores que nos demonstram que nem sempre ficamos à espera do que se faz lá fora, ou que é falso o argumento de que não temos massa crítica e espirito inovador e empreendedor para criar e rentabilizar oportunidades. São cada vez mais os exemplos e a participação em casos de sucesso, a vários níveis.

Ao nível das TI, um dos principais motores da economia, sociedade e empresas, temos inclusivé um arrojado Plano Tecnológico em implementação, por parte do Governo, cujo lema assume-se mesmo como 'Portugal a Inovar' e pretende ser um factor de mudança que, para além de todas as medidas práticas e concretas, levanta também na sociedade e nas empresas a consciência da necessidade e importância das TI em todas as áreas: empresarial, social, escolar e civil, num esforço conjugado para vencer desafios de modernização.

No nosso país, de acordo com um estudo de 2007 do INE, cerca de 95% das empresas com mais de 9 trabalhadores utilizavam computadores, cerca de 90% possuem acesso à Internet e email e e a taxa de penetração de banda larga é de 76.9%. Ainda de acordo com a ANACOM, num estudo divulgado em Junho 2007, a taxa de penetração de telemóveis em Portugal atingiu cerca de 117,2%, equivalente a 12,4 milhões de assinantes, cerca de 10% acima da média europeia (107,3%). Estes são alguns factores quantitativos que comprovam a importância das TI no nosso desenvolvimento.

Todas estas medidas e indicadores são também importantes no impacto actual e futuro das gerações e das empresas, por todo o potencial que advém da utilização crescente das tecnologias nas mais diversas áreas e assumindo que será cada vez maior o número de pessoas com acesso às novas tecnologias.

Tudo isto torna Portugal num interessante potencial gerador de conhecimento, inovação e competitividade, patente também no número crescente de organizações que elegem Portugal como o local indicado para implementar a prestação das suas soluções e serviços, especialmente na área de prestação de serviços globais de TI, com o crescimento das principais empresas a nível mundial nestas áreas e criação de pólos de competência técnica no nosso país. O investimento em TI por parte das organizações é cada vez mais um factor crítico e competitivo, implementado estrategicamente como base do negócio. E a inovação nas empresas fornecedoras, um elemento fundamental.

 

José Carlos Correia -Director Geral -TintaDigital - Dez.2007

Publicado em Janeiro de 2008 na Newsletter 'Itil e tal' da itSMF.

 

 
side2  RSS Feed
Terms of Use | Privacy Policy | Site Map | Contactos | Copy Rights | © TintaDigital 2008 - Design by Publicampaign